28 de outubro de 2008

A cerimônia!

Como todos sabem, minha cerimônia, à princípio, por exigência de mommy teria que ser católica. No entanto, padres não celebram casamento fora da Igreja. Após muito procurar, resolvi seguir minha intuição.

Nossa primeira data de casamento seria 18 de outubro, dia de São Lucas. Assim sendo, fui procurar a paróquia de São Lucas no Rio e qual não foi minha surpresa ao descobrir que era a Igreja Anglicana. Peguei o telefone e liguei. Fui atendida pelo próprio Reverendo Eduardo. Após alguns minutos de conversa já tinha me decidido. Ele me passou tudo por email e já deixamos marcado nosso primeiro encontro.

De lá até o grande dia foram uns 5 ou 6 encontros regados a chimarrão (pra ele) e muito papo bom. Era sempre aos sábados lá em Botafogo, na própria Igreja. Tivemos ainda a alegria de vê-lo celebrar o casamento de uma de minhas maiores amigas: Ana Paula.

Semanas antes do nosso casório, estivemos lá acertando os últimos detalhes e ouvindo os sempre sábios conselhos de nosso Reverendo-amigo. Saímos com a certeza de que teríamos uma cerimônia só nossa, para a gente e sobre a gente.

Mas foi muito, muito, muito melhor do que poderíamos imaginar. Ao darmos as mãos de frente ao altar, olhamos nos olhos dele e seu sorriso nos acalmou. O chafariz atrás dele despertou com as luzes azuis ao fundo criando uma atmosfera de conto de fadas. Era inacreditável. Ele fez a cerimônia tradicional de maneira leve e tranquila. Todos prestaram atenção e se emocionaram com suas palavras.

Mas o Reverendo Eduardo não podia deixar por menos. Ele mencionou de maneira bem delicada e profunda a parte da Gênesis que eu tanto achava importante ser falada: a criação da mulher. E soube ligar aos Coríntios também nas minhas passagens favoritas.

Mas ainda tinha mais. Ele contou pra todo mundo um pouco do que ele aprendeu sobre a gente nos nossos encontros. Aquilo que nós deixamos marcado nele. Disse que somos um casal maduro e que sabe o que é o amor. E pra finalizar, nos presenteou com uma música lindíssima, que por muito pouco me fez chorar.

Só mesmo o Reverendo Eduardo para nos acalmar e nos manter sorrindo o tempo todo. Só ele para aceitar o "Yes" do Bernardo na hora do sim com uma gargalhada. Só ele pra sussurrar os votos em nossos ouvidos enquanto nos olhávamos com os olhos cheios d'água.

Deixo vocês então com a música, surpresa emocionante do nosso Reverendo Eduardo. We'll be forever grateful...

Perhaps love
Perhaps love is like a resting place
A shelter from the storm
It exists to give you comfort
It is there to keep you warm
And in those times of trouble
When you are most alone
The memory of love will bring you home

Perhaps love is like a window
Perhaps an open door
It invites you to come closer
It wants to show you more
And even if you lose yourself
And don't know what to do
The memory of love will see you through

Oh, Love to some is like a cloud
To some as strong as steel

For some a way of living
For some a way to feel

And some say love is holding on
And some say letting go
And some say love is everything
And some say they don't know

Perhaps love is like the ocean
Full of conflict, full of pain
Like a fire when it's cold outside
Thunder when it rains
If I should live forever
And all my dreams come true
My memories of love will be of you

And some say love is holding on
And some say letting go

And some say love is everything
Some say they don't know

Perhaps love is like the ocean
Full of conflict, full of pain
Like a fire when it's cold outside
Or thunder when it rains
If I should live forever
And all my dreams come true
My memories of love will be of you

23 de outubro de 2008

Casei!!!

E foi sensacional!!! P.E.R.F.E.I.T.O. Emocionante. Tudo de bom.


Meu dia da noiva foi chique d+. Cheguei cedo no hotel e logo depois a Alene chegou pra fazer massagem, hidratação nos cabelos e banho de rosas. Tava precisando de tudo isso. Recebi uma msg linda de um amigo especial (Thanks, Little Prince!). Durante a massagem, achei que fosse relaxar, mas eu não parava de falar um minuto. Na banheira, eu quase dormi. Tava ótimo.


Partimos pro almoço. Pedi salmão. Não podia comer outra coisa no dia do meu casamento, né! Delicioso. O Sheraton é tudo. A vista da minha varandinha era uma graça, pena que tava chovendo. Almocei fazendo a unha. Daí, parti pra caminha achando que ia tirar sonequinha. Nisso chega a Rosane, minha maquiadora-fada-madrinha.


O buquê é um capítulo à parte. Chegou antes mesmo da hora combinada e estava muito muito muito mais bonito do que eu pude sonhar.


Começamos a enrolar meu cabelo e partimos pra minha transformação-noiva.


Chega o fotógrafo e vamos pro banheiro prender a grinalda e o véu. Haja grampo pra fazer ficar tudo no lugar nesse cabelo mega escorrido. Fome! Salada de fruta esquecida do almoço na geladeira. Tira foto, espeta grampo, e eu não parava de sorrir. Tava tudo perfeito.


Prepara então pra colocar o vestido. Aí fiquei meio emocionada. Ia finalmente me vestir toda de noiva. Coloca anágua, abre o vestido, não vai entrar por baixo, de jeito nenhum. Prende a respiração. E não é que passou! Puxa o zíper, ajeita o véu, abotoa o sapato, prende a cauda e olha no espelho. Minha mãe chorou! Eu tava lá, pronta, linda, vestida pra casar. E o melhor, totalmente confortável.


Desci então com o Eduardo (meu fotógrafo) e fomos fazer pose bonita no hotel. Descobri então que não estava assim tão confortável. O véu era pesado (todo bordado com cristais...). Mas aguentei bravamente!


Subi de novo pros últimos retoques. Ajeitei tudo mais e então fui para o carro. O caminho foi rápido. Mas cheguei atrasada. Não pra cerimônia, mas pras fotos no Lajedo. Ainda tivemos tempo de tirar algumas, mas nada no jardim por causa da chuva fraca que molhava a grama. Daí foi uma correria porque o noivo chegou e ele não podia me ver e tal. Enfim, corre daqui, segura ele dali, entra pelo outro lado. Ufa! Conseguimos despistá-lo.


Aí fiquei mofando na casinha da noiva enquanto todo mundo chegava. Confesso que abri a portinha e fiquei olhando pela frestinha. Dava vontade de ir lá falar oi pra geral, mas a surpresa era importante. Veio então a Adriana, uma das cerimonialistas e ficou lá papeando comigo e segurando meu véu pesado. Tomei umas 3 taças de prossecco. Mas nem fiquei tontinha não. Era só pra relaxar mesmo.


Pedi então pra Adri buscar meu batom. Ela voltou junto com o Daniel (meu organizador) e com a notícia de que era a minha vez. Como assim!!!! Já tinha começado e eu nem tava sabendo. Agora sou eu, mas nem batom eu passei. Calma! Meu coração disparou nessa hora, mas eu tava feliz!


No caminho percebi que tinha esquecido o buquê. Corre o Daniel e busca o buquê pra mim. Vejo lá longe minha mãe descer as escadas com meu pai. Pára tudo e é minha vez.


Ouço a fanfarra e as meninas dizendo: Vai lá, Chris. Sorrisão! E fui. Desci as escadas sozinha. Dei a mão pra minha mãe e fui vendo diversos olhares lindos e sorrisos e flashes pra mim. Chego a meu pai. Ele me diz que eu tô linda, me dá o braço e seguimos em direção ao Bernardo.


Ele suava horrores, tadinho. Não sei se era calor mesmo naquela roupa ou nervoso ou os dois. Quando cheguei, demos dois beijinhos (rsrsrs) e ele me perguntou se eu tava nervosa. Disse que sim, muito. E então ele me disse o que fazer: "Passa o buquê pra outra mão, me dá sua mão direita e vai pro outro lado. Quando chegar lá, você entrega o buquê pra sua mãe." Eu nunca saberia isso tudo. Ele gravou direitinho e me ajudou.


Ficamos de mãos dadas a cerimônia inteira, apertando os dedos quando a vontade de chorar vinha mais forte. Não choramos, mas a voz embargou na hora de colocar as alianças. O Reverendo Eduardo preparou surpresinhas e uma cerimônia linda pra gente. Foi emocionante mesmo.


Mas isso tudo merece um post especial. Assim como a festa.


Preciso agradecer muito a milhares de pessoas e terei posts especiais pra cada uma delas.


Adorei tudo. Estamos em estado de graça. Nosso dia foi lindo e emocionante. Como muitos nos disseram: Isso tudo é a cara de vocês!

17 de outubro de 2008

É hoje!!!

Promessa é dívida! Falei que voltava antes de casar e cá estou eu.


Daqui a mais ou menos umas 10 horas estarei dando início ao meu dia da noiva. Noiva... Como foi bom viver esse momento. Noiva deveria ser estado civil. Noiva deveria ter preferência e privilégios, assim como as grávidas e os idosos. Não, não vou dar início ao meu dia da noiva daqui a 10 horas. Tenho vivido intensamente meus dias de noiva há quase 10 meses!!!



Quero aproveitar esses últimos momentos. Estar noiva é estar em estado de graça constante. É um brilho no olhar que não se perde, não importa o que aconteça. Por isso que toda noiva é linda. É a alegria que ela emana pelos poros. É a realização que se vê estampada no sorriso. É a tradução do amor.



Agora, faltando tão pouco e depois de tanto que dividimos, deixo aqui minha expectativa. Quero viver esse meu dia com tamanha intensidade foram esses preparativos. Quero gravar cada movimento, cada olhar, cada sorriso, cada flash, cada palavra, cada abraço, cada rostinho me olhando, cada beijo, tudo possível na minha memória. Pois não há nada mais lindo que uma lembrança, não há foto, filme ou estória que faça sentir mais que uma lembrança sua. Ela é só sua e te toca de um jeito único.



Sei que amanhã minha festa serão fotos, serão vídeos, serão comentários, serão lembranças. Espero ser capaz de marcar e gravar coisas bonitas e sensações boas na memória de cada convidado. Espero que o nosso amor contagie a todos e que a noite seja de vibrações positivas.



Não estou nervosa, nem preocupada, nem stressada. Tô agitada. Ainda não consegui dormir. Vou deitar agora e esperar o sono vir. Uma hora ele chega. Tô eufórica, muito muito muito feliz. Doida pra começar tudo logo.



E agora abrem-se as cortinas, acendem-se as luzes e a noivinha entra em cena. No fim da noite ela será outra, será casadinha, e esse é o seu maior espetáculo...

14 de outubro de 2008

É depois de amanhã!!!

Tem noção??? Tô ansiosa, mas nada nervosa. Tô muito muito muito feliz! Mas devo confessar que meu coração tem batido mais depressa nessas últimas horas. É um turbilhão de emoções...


É tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo... Confirmar foto, vídeo, bem casado, liga pro Lajedo, tira dúvida, Alê me liga de lá, traz ótimas notícias, alívio, a acompanhante da minha avó desaparece, a turminha de Kids me dá presente de casamento, group hug, a teacher segura o choro no céu da boca, mommy liga, noivo liga, sogra liga, atende todo mundo, entrega convite individual pro povo do trabalho, confirma alguém pelo site na última hora, leva a amiga-madrinha pra almoçar fora, canta parabéns, confirma aluguel do traje dos padrinhos, esquece de pegar a roupa do noivo, engarrafamento gigante na Barra, vontade louca de fazer xixi, outra aula, conversa com mãe, atende telefone, pizza e bolo pra comemorar niver, teacher's day e meu último dia single, acerta matéria das turmas, deixa tudo pornto pros substitutos, cola bilhetinho, faz cópia de prova, corrige segunda chamada, lança nota no sistema, atende telefone, liga pra mommy, liga pro noivo, conversa com a chefe, entrega mais convite individual, deixa agradecimento no quadro branco, vai pra garagem, ouve música pra cerimônia, pega o carro ................ Agora só volto pro trabalho casada.


Nessa hora, ao som de Fantasma da Ópera, acho que me bateu tudo que ainda não tinha batido. Fui chorando da Freguesia até a Barra. Mas um choro bom, de alívio, de felicidade, de realização, um choro infantil e libertador. Me senti respirando melhor depois de tantas lágrimas. Acho que tava precisando de um momento mais introspectivo. Eu sozinha comigo mesma, no meu carro, ouvindo uma música sensacional. Se eu não usar na cerimônia, já valeu pelo momento que eu tive através dela.


Agora tô aqui, no pc de mommy - o meu já tá na minha casa - dividindo mais uma vez o meu momento e as minhas sensações. No quarto ao lado uma mala me espera e um armário inteiro. Preciso arrumar tudo pra honeymoon e juntar as roupas pra levar pra minha casa. Tô desde domingo pra fazer isso. Confesso que tô adiando, mas só hoje me dei conta.


Ainda volto antes do grande dia. Ainda volto pra me despedir da noivinha Chris. Ainda volto antes que o blog seja "Chris e Bernardo já casaram".

11 de outubro de 2008

Tá chegando!!!

Falta menos de 1 semana!!! Agora já entramos na fase do "sábado que vem a essa hora, estaremos casados" "domingo que vem a essa hora, estaremos na lua de mel". A gente fica imaginando que esses são nossos últimos sábado, domingos, segundas, ... solteiros. Mas é legal. Uma sensação de missão cumprida, de sonho realizado, de realização total.

Na quarta-feira, fui experimentar o vestido. Tá pronto!!! Tá lindo!!! Tá perfeito!!! Vesti tudo, coloquei meus sapatos e fiquei andando pra um lado e pro outro, sentei, levantei, dancei. Não dava vontade de tirar. Inacreditável ver aquele vestido no papel e depois olhar pra ele pronto pra eu vestir. Special thanks para a Helena e suas costureiras e bordadeiras mágicas que realizaram meu sonho. Eu até já podia ter trazido pra casa, mas preferi deixar lá e buscar só um dia antes.

Meus noivinhos do bolo também ficaram prontos. Já chegaram aqui em casa e estão sensacionais. Exatamente como eu queria, como eu descrevi, como eu imaginei. Um obrigada mais que especial para Paty, que fez mudancinhas finais já nos últimos dias. Um trabalho impecável por um preço excepcional. Parabéns, Paty, você é uma artista.

A casinha está nos últimos retoques. Minha cunhadinha barriguda ontem foi lá pra me ajudar a arrumar as coisas no armário da cozinha. Ficou lindo e perfeito. Ela tem muito bom gosto e me deu uma mega ajuda. Hoje já entramos lá e vemos uma casa mesmo, não um canteiro de obras. As cortinas também ficaram prontas e o noivo já instalou todas elas. Falta ainda a saga de terminar de pintar as portas, a CEG ligar meu gás e comprar o blackout. Falta mais, mas isso é o que eu lembro agora.

Hoje à noite vamos fazer as comprinhas. Vai ter comidinha na casa...

As dicas de hoje então são:
Id Marriê: 2415-0181 (Helena) - Campo Grande.
Paty Art: 3464-1585

8 de outubro de 2008

Para a Christiane e o Bernardo com todo meu amor,

Oi, Filhota,!!!

Estou aqui de carona no seu blog, e pela primeira vez mandando uma mensagem a vcs.


Agora quando faltam 10 dias, e depois de viver intensamente todo este periodo com vc, quando da construção do seu blog, da indefiniçao e escolha do lugar....., da definição da data...tudo sobre a cerimonia religiosa , apesar de não ser em uma igreja.......bem tudo, fico imaginando o GRANDE DIA!!!


O que sente uma mãe , há dez dias do casamento da única filha!!!!!!!!!!


Não sei explicar é um conflito de sentimentos, sensação de perda, saudade, viver sozinha, é um turbilhão de sentimentos................, mas , o que mais importa é saber que vc esta muito muito feliz com a pessoa que vc escolheu para formar sua familia.


Eu te amo muito, e tudo que desejo é a MAIOR FELICIDADE DO MUNDO PARA VOCE E O BERNARDO.

Espero aguentar todas as emoções, no dia, mas vc me conhece................


Christiane, foi um dos melhores periodos das nossas vidas, apesar das brigas,da minha falta de tempo, de todos acharem que o casamento tb é meu, não é verdade, é aquela vontade de te fazer sempre feliz, e queria ter feito muito muito mais, mas valeu, ta chegando e vamos brindar sua felicidade juntas. TE AMO MUTO.


Beijos, Sua Mamãe. Maria Martha


7 de outubro de 2008

Faltam 10 dias!!!

Ainda me lembro quando faltavam 100 e eu não tive tempo de escrever o post especial. Agora virou tudo correria!!! Pra finalizar a casinha, pra confirmar os convidados, pra comprar surpresinhas da festa, pra experimentar o vestido, pra definir os brincos, pra fazer a mudança, ufa! E no meio desse furacão, ainda tenho que trabalhar, preparar aulas, corrigir provas e redações e não perder a cabeça com as criancinhas pirracentas...


Apesar de tudo, agradeço todos os dias pelo meu trabalho. No momento em que passo pela porta da sala 8 e digo: Good mornig kids!, deixo todo o resto lá fora. É claro que eles sabem que meu casamento é semana que vem. Eles percebem que tô tensa. Mas, ali, naquelas horinhas juntos, não posso ficar divagando e pensando na festa, nos detalhes, nos problemas, enfim, ali é o meu momento de concentração total. Thanks kids!!! You've been really supportive!


Mas, vamos ao que interessa. A casinha tá praticamente pronta. Finalmente começamos a pintar as portas (muito chato) e tá ficando lindo, tudo branquinho. A parte elétrica foi toda resolvida. Só falta mesmo o gás (até quarta). Instalamos o lustre da sala de jantar e agora só faltam os spots da área de serviço e do lavabo. No escritório teremos ventilador de teto. O noivo colocou os acessórios do banheiro (saboneteira, toalheiro, porta-shampoo) e fechamos todas as tomadas e interruptores que faltavam. Ligamos a geladeira e já usei minha máquina de lavar e o varal. Tá dando vontade de já ficar por lá. A faxina deve ser até o fim dessa semana.


Fui ver vestidos com mommy e ela gostou de vários. Ficaram lindos!!! Vi o vestido da minha tia-madrinha Duda e ele é deslumbrante. Os padrinhos já começaram a alugar os trajes. Tá tudo caminhando. Devo fazer a última prova do meu vestido essa semana ainda. Frio na barriga... Estamos ganhando vários presentes e as confirmações na lista começaram a bombar. Muito legal! Hoje ganhamos o aparelho de jantar. Presente da avó do noivo e da tia-madrinha Gorete. THANKS A MILLION. São pratos maravilhosos lá da minha lista da Tok & Stok. Muito mais bonitos ao vivo. I'm sooooo happy!


É isso. Agora tenho que tentar dormir...

2 de outubro de 2008

Outubro chegou!!!

Nossa!!! Como esperei para esse mês chegar!!! Confesso que nem vi o que aconteceu com setembro. Pularam? O que aconteceu?

Até meus alunos já perceberam como estou ansiosa. Me pedem pra falar mais devagar, pra respirar mais vezes, sentar um pouco. É engraçado como as pessoas reparam na gente, né? Sou muito falante naturalmente, mas nesses últimos meses tô batendo todos os recordes. Nem eu tô me aguentando... rsrs

As novidades agora são todos os dias. Tá sempre acontecendo alguma coisa.
Festa:
* comprei meu sapato na De Bianca, no centro. Lindinho mesmo. Lá tem muito modelo de sapato branco, mas estilo noiva mesmo são poucos.
* aluguei a grinalda na Casa Assuf. O preço é alto (pelo menos pra mim), mas ela é perfeita e o atendimento fora de série. Imbatível.
* recebi a triste ligação da Tânia Tanner dizendo que não seria possível fazer meu buquê de tulipas. Fui lá então hoje e após algumas horas e um lanchinho mimoso, definimos um outro modelo que vai ficar perfeito. Tô muito feliz!!! Nem quero mais saber das tulipas afrescalhadas.
* meus noivinhos ficaram prontos. A Paty me mandou a fotinho. Ela é uma artista. Só pedi pra acrescentar algo que eu tinha ficado devendo e pra escurecer um pouquinho meus cabelos (me achei muito loira). Tá muuuuiiito romântico. Lindo mesmo.
* meu vestido tá sendo bordado e faço a última prova no dia 10/10. Data cabalística... rsrs
* faltam os brincos, os licores, as supresinhas, o arroz e mais alguma coisa que eu não tô lembrando agora...

Casinha:
* montaram nosso móvel de TV. Tá lindo d+. Ficou tudo perfeito na sala.
* após inúmeras ligações para a CEG, idas e vindas de técnicos, exigências e mais exigências, amanhã começo a dar solução aos problemas pra ter meu gás ligado até sexta.
* instalamos todas as luminárias, tomadas e interruptores. Mas tivemos um probleminha numa fase da cozinha, que amanhã será resolvido.
* minhas cortinas ficam prontas esse fim de semana. Comprei o varão pra sala.
* comprei as lixeirinhas do banheiro. Lindinhas, com tampa basculhante, exatamente com eu queria.
* ainda falta retocar os cantos e a sanca, fazer o rejunte e pintar as portas. O resto dá pra fazer já morando.

Devo começar a encaixotar minha mudança, mas sei que vai ser difícil. Mommy é capaz até de chorar. Hoje ela entrou de férias. Quer me dar uma mãozinha até o dia do casório. Acho que ela não tava era mais conseguindo se concentrar com tanto acontecendo.

Falta pouco. Apenas 2 sextas-feiras. Na terceira eu caso. Hoje tiramos a aliança pra mandar polir e gravar a data. Agora só coloco de volta na mão esquerda. E quando ela voltar, muda tudo. Quando ela voltar, minha vida será outra. Quando ela voltar, eu serei mais feliz!!!